A preservação da memória imagética do Hospital do Câncer de Londrina: proposta de organização do arquivo fotográfico

Rosane Alvares Lunardelli, Izângela Maria Sansoni Tonello

Resumo


O arquivo de fotografias caracteriza-se, entre outros aspectos, como lugar de preservação da memória dentro do contexto de cada instituição ao qual está organicamente ligado, torna-se clara a necessidade do estabelecimento de um processo de gestão documental baseado em critérios que possibilitem de forma eficiente e eficaz, a organização e consequentemente o acesso a esses documentos imagéticos. O objetivo visa apresentar uma proposta de organização e mais especificamente de representação de fotografias relativas às instituições voltadas à área da saúde, enfatizando aquelas fotos, as quais, de algum modo, estão relacionadas ao Hospital do Câncer de Londrina. Evidenciou-se a contribuição da Linguística Textual e suas questões acerca da comunicabilidade textual. Em decorrência, critérios como coesão e coerência foram caracterizados como fundamentais à elaboração com qualidade dos resumos. Tal proposta acredita-se, possibilitará não somente uma forma de consolidar a memória da Instituição ao garantir a integridade física desses documentos e o seu acesso, como também oportunizou momentos de reflexões a respeito da importância da gestão sistematizada dos arquivos imagéticos para os diversos segmentos da sociedade contemporânea. 

 

 

 


Palavras-chave


Organização da informação imagética; Representação da Informação; Hospital do Câncer de Londrina; Arquivos de fotografias

Texto completo:

PDF/A

Referências


BEAUGRANDE, R. A. de; DRESSLER, W. U. Introduction to Text Linguistics. London, New York, Logman, 1981.

BOCCATO, V. R. C.; FUJITA, M. S. L. Discutindo a Análise Documental de Fotografias: uma síntese bibliográfica. Cadernos de Biblioteconomia Arquivística e Documentação. Lisboa, n. 02, p. 84-100, 2006.

BURKE, P. Testemunha ocular: história e imagem. Bauru: EDUSC, 2004.

COSTA VAL, M. da G. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

DIAS, E. W.; NAVES, M. M. L. Análise de assunto: teoria e prática. Brasília: Thesaurus, 2007.

FÁVERO, L. L. Coesão e coerência textuais. 7. ed. São Paulo: Editora Ática, 1999.

GARDIN, J. C. Les analyses de discours. Neuchâtel: Delachaux ET Niestlè, 1974.

GUIMARÃES, J.A.C. ; MILANI, S. de O. ; PINHO, F. A. . Aspectos éticos em organização e representação do conhecimento (ORC): uma análise preliminar de valores e problemas a partir da literatura internacional da área.. Encontros Bibli, v. 13, p. 124-135, 2008.

KOBASHI, N. Y. Resumos documentários: uma proposta metodológica. Revista de Biblioteconomia de Brasília, v. 21, n. 2, p. 201-210, jul./dez. 1997.

KOCH, I. G. V. As tramas do texto. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

KOCH, I. G. V. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.

KOCH, I. G. V. Introdução à Linguística Textual: trajetória e grandes temas. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

KOCH, I. G. V.; TRAVAGLIA, L. C. Texto e coerência. 6. ed. São Paulo: Cortez, 1999.

KOSSOY, B. Fotografia e memória: reconstituição por meio da fotografia. In: Etienne Samain (org.), O Fotográfico. São Paulo. 2005.

KUBRUSLY, C. A. O que é fotografia. 4. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1991.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. rev. atual. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

LE GOFF, J. História e memória. 5. ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2003.

MAIMONE, G. D.; TÁLAMO, M. de F. G. M. Tratamento informacional de imagens artístico-pictórias no contexto da Ciência da Informação. Datagramazero – Rev. Ciênc. Informação, n. 2, v. 9, abr. 2008. Disponível em: . Acesso em: 28 de nov. 2008.

MAIMONE, G.D.; GRACIOSO, L. de S. Representação temática de imagens: perspectivas metodológicas. Inf. Londrina, v. 12, n. 1, jan./jul., 2007.

MANINI, M. P. A fotografia como registro e como documento de arquivo. In: BARTALLO, L.; MORENO, N. A. (orgs.). Gestão em Arquivologia: abordagens múltiplas. Londrina: EDUEL, 2008, p. 119-183.

MANINI, M. P. Análise Documentária de fotografias: um referencial de leitura de imagens fotográficas para fins documentários. 2002. 231 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

MARCONDES, C. H. Representação e economia da informação. Ci. Inf., Brasília, v. 30, n. 1, p. 61-70, jan./abr., 2001.

MARTELETO, R. M.; LARA, Marilda Lopes Ginez de. (org.). A dimensão epistemológica da Ciência da Informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2008. p. 67-85.

NOVELLINO, M. S. F. Instrumentos e metodologias de representação da informação. Inf. Londrina, v. 1, n. 2, p. 37-45, jul./dez., 1996.

OLIVEIRA, M. de. Origens e evolução da ciência da informação. In: ________. (Coord.). Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG, 2005. p. 9-28.

PEREIRA, E. C.; BUFREM, L. S. Princípios de organização e representação de conceitos em Linguagens Documentárias. Enc. BIBLI: Revista eletrônica de Bibli. Ci. Inform., Florianópolis, n. 20, 2005, p. 21-37.

RABAÇA, C. Alberto; BARBOSA, G. G. Dicionário de comunicação. São Paulo: Ática, 1987.

SONTAG, S. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

VILELA, M.; KOCH, I. V. Gramática da Língua Portuguesa. Coimbra: Livraria Almedina, 2001.

ZAFALON, Z. R. Saussure e a representação da informação como um dos modos de comunicação para e com os usuários de instituições de patrimônio cultural. In: BOCCATO, V. R. C.; GRACIOSO, L. de S. Estudos de linguagem em Ciência da Informação, Campinas, 2011, p. 157-171.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 ÁGORA ISSN 0103-3557



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia