A chegada e o estabelecimento da Companhia de Jesus no Brasil

Carlos Eduardo dos Reis

Resumo


A atuação da Companhia de Jesus no Brasil somente foi possível graças a uma série de medidas por parte da monarquia portuguesa que, além de permitir a manutenção dos inacianos, criou uma estrutura necessária ao seu estabelecimento, que serviria de impulso às atividades e ao crescimento dos religiosos ao longo do século XVI, também sustentada por verbas do erário real.  O que nos permite sustentar tal afirmação é uma série de evidências encontradas na documentação referente à vida colonial brasileira, composta de Alvarás Régios, Cartas, Provisões, pagas aos inacianos, desde sua chegada em 1549, estendendo-se ao longo do século XVI e XVII, culminando com a supressão da ordem em 1759. Contrariando a tese de autonomia da Companhia de Jesus, o objetivo deste artigo é apontar que a ação evangelizadora dos missionários dependeu fundamentalmente das verbas do erário português, tão importantes para a consolidação da colonização, expansão e evangelização do Brasil. 


Palavras-chave


Companhia de Jesus; Inácio de Loyola; Monarquia; Evangelização; Colonização

Texto completo:

PDF/A

Referências


ASSUNÇÃO, P. Negócios Jesuíticos: o cotidiano da administração dos bens jesuíticos. São Paulo: EDUSP, 2004.

DOCUMENTOS HISTÓRICOS. Patentes, 1677/1678. Foraes, Doações, Regimentos e Mandados, 1534/1551. Bibliotheca Nacional, Rio de Janeiro: 1929, vol. XIII. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=094536&PagFis=6061 >. Acesso em: 21 nov. 2011.

DOCUMENTOS HISTÓRICOS. Mandados, provisões, doações, 1551/1625. Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro: 1929, vol. XIV. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=094536&PagFis=6561>. Acesso em: 21 nov. 2011.

DOCUMENTOS HISTÓRICOS. Provimentos seculares e eclesiásticos, 1549/1559. Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro: 1937, vol. XXXV. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=094536&PagFis=17078 >. Acesso em: 21 nov. 2011.

DOCUMENTOS HISTÓRICOS. Provimentos seculares e eclesiásticos, 1559/1577. Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro: 1937, vol. XXXVI. Disponível em: < http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=094536&PagFis=17596 >. Acesso em: 21 nov. 2011.

HOORNAERT, E. A Igreja Católica no Brasil Colonial. In: LESLIE, B.(org.). História da América Latina Colonial. São Paulo: EDUSP; Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 1977, v.1.

JOHNSON, H.B A colonização portuguesa do Brasil: 1500/1580. . In: LESLIE, B.(org.). História da América Latina Colonial. São Paulo: EDUSP; Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 1977, v.1.

LEITE, SERAFIM SJ. Os Governadores Gerais do Brasil e os jesuítas no século XVI. In: I CONGRESSO DA HISTÓRIA DA EXPANSÃO PORTUGUESA NO MUNDO. 5ª secção. Lisboa: Sociedade Nacional de Tipografia, 1938.

LEITE, SERAFIM SJ. Cartas do Brasil e mais escritos do P. Manoel da Nóbrega. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 2000.

MENDONÇA, Marcos Carneiro de. Raízes da formação administrativa do Brasil. Rio de Janeiro: IHGB; Brasília: Conselho Federal de Cultura, 1972, tomo I – Regimento de I a XVI.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 ÁGORA ISSN 0103-3557



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia