A segurança dos arquivos universitários e a missão institucional

João Luiz Menezes

Resumo


Possibilita ampliar a investigação sobre a importância da segurança dos arquivos universitários para o cumprimento da missão institucional. Relata a experiência adquirida a partir de um estudo que tem como base um trabalho de qualificação realizado pelo autor, em abril de 2011, para sua tese doutoral (em andamento) na área da Ciência da Informação, na Universidad de Salamanca, Espanha. Discorre sobre a questão da segurança nos ambientes de arquivos universitários. Estudo empírico realizado na Universidade Federal de Goiás (UFG), com base na literatura técnico e científica sobre arquivos universitários e participação do Grupo de Trabalho das IFES com o Arquivo Nacional. 


Palavras-chave


Segurança em Arquivos; Arquivos universitários; Universidades públicas federais; Missão Institucional

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Conselho Nacional de Arquivos. Resolução n. 14, de 24 de outubro de 2001. Versão revisada e ampliada do Código de Classificação e da Tabela de Temporalidade de Documento das Atividades-meio da Administração Pública. Disponível em: < http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=65&sid=46>.

ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Conselho Nacional de Arquivos. Resolução n. 20, de 16 de julho de 2004. Dispõe sobre a inserção dos documentos digitais em programas de gestão arquivística de documentos dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos. Disponível em: < http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=71&sid=46>.

ASOCIACIÓN ESPAÑOLA DE NORMALIZACIÓN Y CERTIFICACIÓN. UNE 71504: Metodología de análisis y gestión de riesgos para los sistemas de información. Madrid, 2008.

BOTTINO, Mariza. Os arquivos universitários no Brasil. In:____ A informação: questões e problemas. Niterói (RJ): EDUFF, 1995. p. 67.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, Senado, 1988. [Citado janeiro 02, 2010]. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm>.

CANDAU, Joel. Bases antropológicas e expressões mundanas da busca patrimonial: memória, tradição e identidade. Memória em Rede, Pelotas (RS), v. 1, n. 1, p. 45-48, jan./jul. 2009.

CARVALHO, E. L. de; LONGO, R. M. J. Informação orgânica: recurso estratégico para tomada de decisão pelos membros do Conselho de Administração da UEL. Informação & Informação, Londrina, v. 7, n. 2, p. 115, jul./dez. 2002. [Citado outubro 10, 2008]. Disponível em: < http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1703/1454>.

CASTILLO RUIZ, J. ¿Hacia una nueva definición de patrimonio histórico? PH Boletín del Instituto Andaluz del Patrimonio Histórico, Sevilla, n. 16, p. 22, set. 1996,

DIAS, Eliane A. Proposta de um plano de preservação e segurança para o patrimônio documental do CIDARQ. Goiânia (GO): Universidade Federal de Goiás, 2010. 75f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia) – Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia, Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO), 2010.

FAUVEL, Thaís H. F; VALENTIM, Maria L. P. A interação universidade-empresa como insumo para o processo de inteligência competitiva organizacional. In: VALENTIM, Maria L. P. (Org.). Gestão da informação e do conhecimento no âmbito da Ciência da Informação. São Paulo: Polis: Cultura Acadêmica, 2008.

GARCIA CANCLINI, Nestor. El patrimonio cultural de México y la construcción imaginaria de lo nacional. In: FLORESCANO, Enrique (coord.) El patrimonio nacional de México. México: FCE, CONACULTA, 1997.

JIMERSON, Randall C. Comprender el poder de los archivos. Revista Tabula, Castilla y León, no. 10, p. 246, 2007.

LOUSADA, Mariana; VALENTIM, Maria L. P. Informação orgânica como insumo do processo decisório empresarial. In: VALENTIM, Maria L. P. (Org.). Gestão da informação e do conhecimento no âmbito da Ciência da Informação. São Paulo: Polis: Cultura Acadêmica, 2008.

MIZIARA, Fausto; CAVALCANTE, Fabiani. Resgate de um ideal: a proposta de criação da UFG. Revista UFG, Goiânia, v. 12, n. 9, p. 91-96, dez. 2010.

REIS, H. E. dos; CABRERA, Isabel I; SANTANA, Maria T. C. de; MACEDO, Maurides; MELO, Orlinda C.; SILVA, Rosângela B. Universidade Federal de Goiás: Imagens e Memórias 1960-1964. Rio de Janeiro: Associação dos Arquivistas 2010. p. 133-134.

SILVA, Lívia D; VALENTIM, Maria L. P. Informação Orgânica como subsídio para o progresso da inteligência competitiva organizacional. In: VALENTIM, Maria L. P. (Org.). Gestão da informação e do conhecimento no âmbito da Ciência da Informação. São Paulo: Polis: Cultura Acadêmica, 2008.

SILVA, Maria J. da. A História do Campus Catalão UFG:1983 a 2002. Goiânia: UCG, 2009.

SPINELLI JÚNIOR, Jayme. Guia de preservação e segurança da Biblioteca Nacional Brasil. 2009. 126.f. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2009 p.55. Disponível em: Acesso em: 15 maio 2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (Brasil). Missão da UFSC. [Citado março 01, 2012]. Disponível em: < http://antiga.ufsc.br/paginas/missao.php>.

ZÜNIGA, S. Administração da preservação: considerações sobre o processo de seleção e estabelecimento de prioridades nas decisões de preservação. In: Encontro De Preservação em Bibliotecas, 7. Anais eletrônicos..., 2008, Rio de Janeiro. [Citado outubro 27, 2009]. Disponível em: < http://www.mast.br/nav_h06.htm>.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 ÁGORA ISSN 0103-3557



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia