Mediação da informação: uma análise das competências atitudinais requeridas do profissional de informação

Nadi Helena Presser, Sílvio Luiz de Paula, Raimundo Nonato Macedo dos Santos, José Renato da Silva Araújo

Resumo


Análise das competências requeridas ao profissional de informação na realização do trabalho de mediador de informação na perspectiva da apropriação do conhecimento. Para tanto, conceitos de mediação da informação, comunicação e competências foram utilizados. No que concerne ao quesito mediação, emergem o papel e a importância do profissional de informação como ator social no processo de apropriação do conhecimento; aspectos sobre competência, habilidades e atitudes necessárias para o desenvolvimento da mediação por parte do profissional de informação são discutidos. Do ponto de vista do item comunicação, aborda-se seu imbricamento no processo de interação humana. Para o desenvolvimento da pesquisa aplicada, lançou-se mão da abordagem qualitativa. A pesquisa foi realizada na perspectiva de ampliar o debate sobre a formação do profissional da informação que se ancora nos fundamentos teórico metodológicos da Ciência da Informação (CI), que possui como objeto de estudo a informação, essa entendida como um fenômeno de ativação do conhecimento por meio de uma ação social de mediação. Como principais achados, o estudo apontou algumas categorias de competências atitudinais — pessoais, de relacionamento, empreendedoras e sociais — que precisam ser mobilizadas em um processo de mediação da informação. Sinaliza-se que o maior desafio para os profissionais de informação, como mediadores, constitui a necessidade de desenvolver uma profunda habilidade de trabalhar com os demais atores do processo de apropriação do conhecimento.


Palavras-chave


Profissional da Informação; Mediação da Informação; Competências Atitudinais

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Mediação da informação e múltiplas linguagens. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v. 2, n. 1, p. 89-103, dez. 2009. Disponível em:. Acesso em: 19 nov. 2013.

ALMEIDA, M. Mediações tecnosociais e mudanças culturais na sociedade da informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 113-130, jan. 2010. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2013.

CAPURRO, R. Epistemologia y ciencia de la información. In: Encontro nacional de pesquisa em ciência da informação, 2003, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFMG, 2003.

DURAND,T. L. A lchimie de la compétence. Revue Française de Gestion, v. 127, p. 84-102, 2000.

FADEL, Barbara; et al. Gestão mediação e uso da informação. In: VALENTIM, Marta. Gestão, mediação e uso da informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

FLEURY, A.; FLEURY, M. A. Competência e aprendizagem organizacional. In: Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. São Paulo: Atlas, 2001.

GODOY, Arilda Schmidt. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas (RAE). São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, 1995.

GUEDES, M. G.; BAPTISTA, S. G. Biblioterapia na ciência da informação: comunicação e mediação. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 18, n. 36, p. 231-253, jan. 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2014.

JAMES, J. Pensando o futuro: as melhorias técnicas de liderança para uma nova era. São Paulo (SP): Futura; 1998.

KUMAR, R.; USUNIER, Jean-Claude. management education in a globalizing word lessons from the french experience. Management Learning, Sage Publications, London, v. 32, n. 3, p. 363-391, 2001.

LE COADIC, Yves-François. A ciência da informação. 2. ed. Tradução de Maria Yêda F. S. de Filgueiras Gomes. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 2004.

MENEZES, E. T.; SANTOS, T. H. Dicionário interativo da educação brasileira: EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002. Disponível em . Acesso em: 10 jan. 2014 (verbete: Classes multisseriadas).

MERRIAM, Sharan B. Qualitative research and case study applications in education. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.

NEVES, B. C. Mediação da informação para agentes sociodigitais: o salto. Ciência da Informação, Brasília, v. 40, n. 3, p. 413-424, set. 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2014.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para uma nova profissão. In: Pátio. Revista pedagógica. Porto Alegre, n. 17, maio/jul., p. 8-12, 2001.

PRESSER, N. H.; AZEVEDO, A. W.; MELO, W. L. Contexto social e comportamento informacional. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 14. Anais... , Florianópolis: UFSC, 2013.

RIBEIRO, F. Da mediação passiva à mediação pós-custodial: o papel da ciência da informação na sociedade em rede. Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 20, n. 1, p. 63-70, jan. 2010.

Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2013.

SARACEVIC, T.; KANTOR, P. B. Studying the value of library and information services: establishing a theoretical framework. Parte I. Journal of the American Society for Information Science, Washington, v. 48, n. 6, p. 527-542, 1997.

SILVA, Ana Maria C. A formação contínua de professores: uma reflexão sobre as práticas e as práticas de reflexão em formação. Revista Educação e Sociologia, v. 21, n. 72, ago. 2000.

VYGOTSKY, L. S. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual. In: LEONTIEV; et al. Psicologia e pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. São Paulo: Moraes, 1991.

ZARIFIAN, P. Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas, 2001.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 ÁGORA, ISSN 0103-3557, Florianópolis



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia