Princípios da ciência da informação: um estudo epistemológico da filosofia e sociologia da ciência

Ivina Flores Melo Kuroki, Angélica Alves da Cunha Marques

Resumo


O artigo apresenta os resultados de uma dissertação de mestrado, cujos objetivos, dentre outros, centraram-se na busca dos possíveis princípios da Ciência da Informação. Metodologicamente, parte de conceitos da Filosofia e da Sociologia da Ciência concernentes a “princípio”, “princípio científico”, “teoria” e “método”. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva, exploratória e bibliográfica, abrangeu a análise de 22 manuais da Ciência da Informação. Os resultados apontaram para a inexistência de princípios para a disciplina e a demarcação de três aspectos que perpassam a sua teoria e epistemologia: a interlocução contínua, no âmbito dos diálogos constantes da Ciência da Informação com outras disciplinas; a demanda social, como desencadeadora do ciclo informacional e a disponibilidade de informação, como objetivo da Ciência da Informação, mediante a recuperação da informação.


Palavras-chave


Ciência da Informação; Demanda Social; Disponibilidade da Informação; Recuperação da Informação

Texto completo:

PDF/A

Referências


BORKO, Harold. Information Science: what is it? American Documentation, Washington, v. 19, n. 1, jan. 1968.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. Linguagem documentária: teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói,RJ: EdUFF, 2001.

CINTRA, Ana Maria et al. Para entender as linguagens documentárias. São Paulo: Polis, 1994.

DODEBEI, Vera Lúcia Doyle. Tesauro: linguagem de representação da memória documentária. Rio de Janeiro: Interciência, 2002.

FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Estudo de uso e usuário da informação. Brasília: IBICT, 1994

FOSKETT, Antony Charles. A abordagem temática da informação. Tradução Briquet Lemos. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 1973.

FREIRE, Gustavo Henrique. Ciência da Informação: temática, histórias e fundamentos. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 11, n. 1, p. 6-19, jan./jun. 2006.

GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. 2. ed. rev. aum. Brasília: IBICT;CNPq, 1994. 540 p.

GOMES, Henriette Ferreira. Interdisciplinaridade e Ciência da Informação: de característica a critério delineador de seu núcleo principal. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 2, n. 4, ago./2001. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2013.

HJORLAND, Birger. Information seeking and subject representation: an activity- theorical approach to information science. London: Greenwood Press, 1997.

INGWERSEN, Peter. Information retrieval interaction. London: Taylor Graham, 1992. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2015.

JUVÊNCIO, Carlos Henrique. O Mundaneum no Brasil: o Serviço de Bibliographia e Documentação da Biblioteca Nacional e seu papel na implementação de uma rede de informações científicas. 2014. 190 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. 12. ed. São Paulo: Perspectiva, 2013.

LANCASTER, Frederick Wilfrid. Information retrieval systems: characteristics, testing, and evaluation. New York: John Wiley & Sons, 1968.

LANCASTER, Frederick Wilfrid. Indexação e resumos: teoria e prática. Tradução Antonio Agenor Briquet Lemos. Brasília: Briquet Lemos, 1993.

LE COADIC, Yves-François. A Ciência da Informação. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1996.

MARQUES, Angelica Alves da Cunha. Os espaços e os diálogos da formação e configuração da Arquivística como disciplina no Brasil. 2007. 298 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

MARQUES, Angelica Alves da Cunha. Interlocuções entre a Arquivologia nacional e internacional no delineamento da disciplina no Brasil. 2011. 399 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2011.

MENEZES, Vinícius Souza de. Os livros nas teses: implicações político-epistemológica no saber da Ciência da Informação. 2012. 171 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2012.

MCGARRY, Kevin. O contexto dinâmico da Informação: uma análise introdutória. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos. 1999.

ROBREDO, Jaime. Documentação de hoje e de amanhã. Brasília: Associação de Bibliotecários do Distrito Federal, 1978.

ROBREDO, Jaime. Da ciência da informação revisada aos sistemas humanos de informação. Brasília: Thesaurus, SSRR Informações, 2003.

OTLET, Paul. Traité de Documentation: le livre sur le livre, théorie et pratique. Bruxelas: Mundaneum, 1934. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2016.

POPPER, Karl. A lógica da pesquisa científica. Tradução Leonidas Hegenberg, Octanny Silveira da Mota. 2. ed. São Paulo: Cultrix, 2013.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996.

RODRIGUES, Samuel José Simon. O Princípio de Relatividade e o Problema da Objetividade Física. In: XVII Congresso Interamericano de Filosofia, 2013, Salvador. XVII Congresso Interamericano de Filosofia, 2013.

SHANNON, Claude Elwood; WEAVER, Warren. The mathematical theory of communication. Urbana: University of Illinois Press, 1962.

SILVA, Armando Malheiro; RIBEIRO, Fernanda. Das “Ciências” Documentais à Ciência da Informação: ensaio epistemológico para um novo modelo curricular. 2. ed. Porto: Edições Afrontamento, 2008.

TRIGUEIRO, Michelangelo Giotto Santoro. Ciência, verdade e sociedade: contribuições para um diálogo entre Sociologia e a Filosofia da Ciência. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2012.

VICKERY, B. C. Classification and indexing in Science. 3. ed. London: Butterworths, 1975.

WEBER, Max. A “objetividade” do conhecimento nas ciências sociais. Tradução Gabriel Cohn. São Paulo: Ática, 2006.

WERNER, Michael; ZIMMERMANN, Bénédicte. Pensar a História Cruzada: entre a empiria e a reflexividade. Textos de História, Brasília, v. 11, n. 1/2, 2003.

WERSIG, G.; NEVELING, U. Os fenômenos de interesse para a Ciência da Informação. The Information Scientist. v. 9, n. 4, 1996.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 ÁGORA ISSN 0103-3557

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia