A fotografia como documento arquivístico e seu lugar nos arquivos municipais: o Arquivo Público da cidade de Belo Horizonte

Suellen Alves de Melo, Ivana Denise Parrela

Resumo


Este trabalho apresenta um estudo de caso sobre o lugar que a fotografia ─ enquanto documento arquivístico ─ ocupa nos Arquivos municipais. O cenário da pesquisa é o Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte. Abordam-seo percurso das fotografias produzidas pela administração pública de Belo Horizonte, o quantitativo dos registros fotográficos custodiados pela instituição arquivística em questão e as possibilidades e desafios advindos da custódia destes. O estudo aponta que até 2015 o Arquivo possuía 828.031 fotografias, a maior parte composta por registros digitais. Pontua-se que todas as fotografias do Poder Executivo da administração de Belo Horizonte possuem guarda permanente. Nesse sentido, questiona-se se o Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte não estaria atribuindo um valor extremo às fotografias e, por outro lado, se possui recursos humanos, materiais e financeiros para preservar e promover o acesso às fotografias digitais. O trabalho constatou que o Arquivo consegue assegurar que as fotografias por ele custodiadas sejam consideradas documentos arquivísticos, visto que são compreendidas no âmbito de seu conjunto documental, a partir de seu contexto de produção (órgão produtor e atividade).


Palavras-chave


Fotografia; Documento Arquivístico; Arquivos Municipais; Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

ARQUIVO PÚBLICO DA CIDADE DE BELO HORIZONTE. Guia do acervo do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte. Belo Horizonte: Fundação Municipal de Cultura; Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte, 2016. (Série “O Arquivo e a Cidade”).

ARREGUY, Cintia A. C. Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: a função avaliação no contexto de políticas públicas arquivísticas municipais no Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

BELO HORIZONTE. Decreto n. 9.223, de 20 de maio de 1997. Estabelece os prazos de guarda e a destinação de documentos estabelecidos na Tabela de Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo da Prefeitura de Belo Horizonte. Disponível em: . Acesso em: 01 mai. 2017.

BELO HORIZONTE. Lei n. 2.273, de 10 de janeiro de 1974. Autoriza o Poder Executivo a constituir e organizar uma sociedade sob a denominação de Processamento de Dados do Município de Belo Horizonte S/A – PRODABEL – e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 11 set. 2017.

BELO HORIZONTE. Lei n. 5.899, de 20 de maio de 1991. Dispõe sobre a política municipal de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2017.

BELO HORIZONTE. Lei n. 5.900, de 20 de maio de 1991. Dispõe sobre a criação do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2017.

BRASIL. Lei n. 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 01 mai. 2017.

CERTEAU, Michel de. A escrita da história. 2ª ed. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 2006. 345 p.

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA. Entre lembranças e fotografias: a experiência do projeto Cestas da Memória. Belo Horizonte: Fundação Municipal de Cultura; Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte, v. 2, 2016a. (Série “O Arquivo e a Cidade”).

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA. Instrução normativa n. 005/2016. Dispõe sobre a seleção, recolhimento e arquivamento de fotografias digitais produzidas e recebidas pela Administração Direta e Indireta do Município de Belo Horizonte. 2016b. Disponível em: . Acesso em: 03 mai. 2017.

LACERDA, Aline L. A fotografia nos arquivos: a produção de documentos fotográficos da Fundação Rockefeller durante o combate à febre amarela no Brasil. 2008. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MALVERDES, André; LOPEZ, André P. A. A fotografia e seus tentáculos: interpretações possíveis no universo dos arquivos. InCID, Ribeirão Preto, v. 8, n.º 1, p. 24-45, mar./ago. 2017.

PARRELA, Ivana D. Arquivo, gestão de documentos e preservação da memória da cidade. In: BELO HORIZONTE. Anuário estatístico de Belo Horizonte 2003. Belo Horizonte: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Secretaria Municipal de Modernização Administrativa e Informação, Gerência de Informações Técnicas, 2004.

ROCHA, Eliane C. F.; SOUSA, Marilene S. Perfil do usuário do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte. RACin, João Pessoa, v. 4, n. especial, p. 461-478, out. 2016.

RONDINELLI, Rosely C. O documento arquivístico ante a realidade digital: uma revisão conceitual necessária. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2013.

ROUSSEAU, Jean-Yves; COUTURE, Carol. Os fundamentos da disciplina arquivística. Lisboa: Dom Quixote, 1998, p. 111-126.

SCHELLENBERG, Theodore R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 6ª ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006, p. 179-226.

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA (Belo Horizonte). Programação/índice. In: Seminário Bases para a Implantação de um Arquivo Moderno: o Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte. 1990, Belo Horizonte. Anais… Belo Horizonte: Secretaria Municipal de Cultura, 1991.

VIEIRA, Thiago O. Os documentos especiais à luz da Arquivologia contemporânea: uma análise a partir das instituições arquivísticas públicas da cidade do Rio de Janeiro. 2014. Dissertação (Mestrado em Gestão de Documentos e Arquivos) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 ÁGORA ISSN 0103-3557

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia