Papel pedagógico do arquivista e sua inserção na difusão e mediação da informação

Giseli Milani Santiago Balbino, Cíntia Aparecida Chagas

Resumo


O arquivista é um profissional multidisciplinar. Seu trabalho perpassa pelo planejamento de políticas e programas de gestão de documentos, organização, acompanhamento, assessoramento e direção de instituições arquivísticas e serviços de arquivo. Este trabalho objetiva mostrar as facetas do arquivista, sua atuação pedagógica, seu papel como instrutor/orientador nos arquivos correntes e intermediários, como facilitador do processo de difusão dos arquivos permanentes e como mediador de acesso a informações nos documentos arquivísticos, tentando demonstrar sua atuação multidisciplinar nas instituições. O direito a informação leva o arquivista ao cerne da sua função, organizar, selecionar, representar e disponibilizar os documentos arquivísticos garantindo-lhes acesso. Embora sejam muitas atividades do arquivista, este não trabalha sozinho, sendo suas ações ratificadas e apoiadas pelos profissionais de outras áreas, maximizando sua atuação. Conclui-se que o fazer do arquivista, multitarefas, está apenas começando, já que a produção documental é constante, assim como são progressivas as mudanças nos processos de produção.


Palavras-chave


Arquivista; Multidisciplinaridade; Difusão; Mediação; Orientação

Texto completo:

PDF/A

Referências


AUSUBEL, D. P. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

ALBERCH I FUGUERAS, R. et al. Archivos y cultura: manual de dinamización. Gijón: Ediciones Trea, 2001.

BELLOTTO, H. L. Arquivos permanentes: tratamento documental. São Paulo: T. A Queiroz, 2004.

BELLOTTO, H. L. O Arquivista na sociedade contemporânea. [2006]. Disponível em: < https://www.marilia.unesp.br/Home/Extensao/CEDHUM/texto01.pdf >. Acesso em: 27 fev. 2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil 1988. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 out. 1988.

BRASIL. Lei n. 6.546 de 04 de julho de 1978. Dispõe dobre a regulamentação das profissões de Arquivista e de Técnico de Arquivo, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 4 jul. 1978.

BRASIL. Lei n. 8.159 de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 9 jan. 1991.

COOK, T. Arquivologia e pós-modernismo: novas formulações para velhos conceitos. Informação Arquivística, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 123-148, jul./dez. 2012.

DELMAS, B. Arquivos para quê? Textos escolhidos. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 2010.

DUARTE, Zeny. Arquivo e arquivista: conceituação e perfil profissional. Revista da Faculdade de Letras, Ciências e Técnicas do Património. Porto, PT. v. 5-6, n.1, p. 141-151, 2006-2007.

DURANTI, Luciana. Registros documentais contemporâneos como prova de ação. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.7, n.13, p.49-64. 1994.

GAMA, F. A.; FERNEDA, E. A mediação da informação nos arquivos permanentes: serviços de referência arquivística no ambiente digital. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 2, p. 148-169, dez. 2010.

GOMES, A. M. A. et al. Os saberes e o fazer pedagógico: uma integração entre teoria e prática. Educ. rev. Curitiba, n. 28, p.231-246. 2006.

JARDIM, J. M.; FONSECA, M. O. Estudos de usuários em arquivos: em busca de um estado da arte. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v.5, n.5, p. out., 2004. Disponível em:

MACHADO, M. B. P. Cartilha de Educação Patrimonial: orientação para professores do ensino médio. Caxias do Sul: Maneco, 2004.

MARTÍN- POZUELO, M. P. El futuro inmediato de la investigación y la formación en archivística: tres decálogos para el debate. In: CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECARIOS. ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS. 8., 2004. Estoril. Actas... Estoril, 2004.

MONAIAR, L. O papel dos arquivistas na implantação do modelo de arquitetura da informação na Câmara dos Deputados. 2013, 43 f. Monografia (Especialização Informação Tecnológica e Gerencial) Curso Arquitetura e Organização da Informação. Escola de Ciência da Informação. Universidade Federal de Minas Gerais.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução Eloá Jacobina. 9. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2004.

NOGUEIRA, N. R. Pedagogia dos projetos: uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligências. São Paulo: Érica, 2001.

RIBEIRO, F. Os Arquivos na era pós-custodial: reflexões sobre a mudança que urge operar. Artigo em Revista Científica Nacional. Disponível em: < https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/14000 >. Acesso em: 17 jun. 2018.

ROUSSEAU, Jean-Yves; COUTURE, Carol. Fundamentos da disciplina arquivística. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1998.

RUBI, M. P.; EUCLIDES, M. L.; SANTOS, J. C. Profissional da Informação: aspectos de formação, atuação profissional e marketing para o mercado de trabalho. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.16, n.1, p.81-82, jan./jun. 2006.

SZLEJCHER, A. Investigación y formación archivística: los nuevos desafíos. In: MARQUES, A. A. C.; RONCAGLIO, C.; RODRIGUES, G. M. (Orgs.). A formação e a pesquisa nas universidades brasileiras. Brasília: Thesaurus, 2011, p. 17-52.

SILVA, I, B. Uma Pedagogia Multidisciplinar, Interdisciplinar ou Transdisciplinar para o Ensino/Aprendizagem da Física. HOLOS, Natal, v. 1, p. 4-12, maio 2005.

SOUZA, S. M. O mercado de trabalho para o arquivista egresso do curso de Arquivologia da Universidade Federal do Espírito Santo. Dissertação Mestrado. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

SOUZA, V.F.; INOCENTE, N.J.; CARNIELLO, M.F. Habilidades e competências necessárias para um profissional da área da informação em um laboratório de pesquisas espaciais na região do Vale do Paraíba. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 8., 8 -9 jul. 2012. Anais... Rio de Janeiro, 2012.

YEO, G. Debates em torno da descrição. In: EASTWOOD, T.; MACNEIL, H. (Org.). Correntes atuais do pensamento arquivístico. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2016. p. 135-169.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 ÁGORA: Revista do Curso de Arquivologia da UFSC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia