Gestão documental em unidades de informação: uma análise do arquivo da Fundação Norte-Rio-Grandense de pesquisa de cultura – FUNPEC

Clebson Leandro Beserra dos Anjos, André Anderson Cavalcante Felipe

Resumo


Apresenta um estudo realizado no arquivo da Fundação Norte-Rio- Grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC), para analisar a forma de aplicação da gestão documental, com ênfase na verificação dos seguintes procedimentos: o uso da tabela de temporalidade e a utilização do gerenciamento eletrônico de documentos (GED). O estudo de caso e a observação participante foram os aportes metodológicos utilizados para orientar a visita ao arquivo e a observação das atividades relacionadas à gestão documental. Os resultados apontam que o arquivo da FUNPEC desenvolve a GED, por meio dos suportes tecnológicos, que possui, no entanto, não utiliza a tabela de temporalidade para a elaboração e aplicação da classificação dos documentos. A FUNPEC tem grande potencial para estabelecer um gerenciamento documental eficiente e eficaz, para isso, basta adaptar as atividades de classificação documental que elabora de forma autônoma, tendo como base a Legislação Arquivística Brasileira e o Conselho Nacional de Arquivos.


Palavras-chave


Gestão Documental e Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED); Tabela de Temporalidade; Fundação Norte-Rio- Grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC)

Texto completo:

PDF/A

Referências


BRASIL. Decreto nº 4.073, de 3 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2002. Disponível em: . Acesso em: 14 jul. 2014.

BRASIL. Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1991. Disponível em: . Acesso em: 14 jul. 2014.

CALDERON, Wilmara Rodrigues; et al.. O processo de gestão documental e da informação arquivística no ambiente universitário. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 3, p. 97-104, set./dez. 2004.

CASTRO, Astréa; CASTRO, Andresa; GASPARIAN, Danuza. Arquivos: físicos e digitais. Brasília: Thesaurus, 2007.

CENADEM. Gestão documental: o segredo antes de se implantar o GED. Mundo Imagem. São Paulo, n. 2, ago., p. 3-7, 2002.

CONARQ. e-Arq: modelo de requisitos para sistemas de informatizados de gestão arquivística de documentos: versão 1.1. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011.

CONARQ. e-Arq: modelo de requisitos para sistemas de informatizados de gestão arquivística de documentos: versão 1.0. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

FUNDAÇÃO NORTE-RIO-GRANDENSE DE PESQUISA E CULTURA. (FUNPEC). Histórico. Disponível em:

pec.br>. Acesso em: 12/jun./2014.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1996.

INDOLFO, Ana. Gestão de Documentos: uma renovação epistemológica no universo da Arquivologia. Arquivística.net, Rio de Janeiro, v. 3, p. 28-60, 2007.

INNARELLI, Humberto. Preservação digital: a gestão e a preservação do conhecimento explícito digital em instituições arquivísticas. CID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, Ribeirão Preto – SP, v. 3, p. 48-63, 2012.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1996.

LOPES, Uberdan dos Santos. Arquivos e a organização da gestão documental. Revista ACB, Florianópolis, v. 9, n. 1, p. 113-122, 2004.

PAES, Marilena Leite. Arquivo: teoria e prática. 3. ed., Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2004.

VITORIANO, Marcia. Influência das exigências legais e da teoria da administração na estrutura de tipos documentais em organizações. AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento, Curitiba, v. 2, p. 126-135, 2013.

RONDINELLI, Rosely. A integração dos princípios e conceitos da arquivologia e da diplomática no gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos. In: RONDINELLI, Rosely. Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos. 4. ed., Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2002.

SANTOS, V. Preservação de documentos arquivísticos digitais. Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 41, n. 1, p.114-126, 2012.

SOUSA, Renato. O código de classificação de documentos de arquivo do Conselho Nacional de Arquivos: estudo de caso de um instrumento de classificação. Arquivo Rio Claro, Rio Claro – São Paulo, v. 02, p. 26-69, 2004.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 ÁGORA ISSN 0103-3557



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia