História e arquivologia: alianças possíveis – um estudo de caso

Filomena Luciene Cordeiro Reis

Resumo


O estudo objetivou pensar as alianças possíveis entre história e arquivologia por meio da análise do Arquivo Público Vereador – Ivan José Lopes e do relato de alguns moradores acerca das instituições arquivísticas da cidade de Montes Claros, Minas Gerais. Procuramos entender o papel do arquivo como um dos lugares da(s) memória(s) da cidade e não apenas guardião de papéis antigos e velhos. Para tanto, a metodologia utilizada consistiu, em especial, na história oral.

Palavras-chave


Arquivologia; História; Instituições Arquivísticas

Texto completo:

PDF/A

Referências


AQUINO, Juliano Gonçalves de. Patrimônio documental e a memória da cidade: considerações acerca da gestão da memória em Montes Claros – MG. 2010, 65 f. Monografia (especialização em história, sociedade e cultura no Brasil) – Centro de Ciências Humanas, Universidade Estadual de Montes Claros, 2010.

CORDEIRO, Filomena Luciene. A cidade sem passado: políticas públicas e bens culturais de Montes Claros – Um estudo de caso. Montes Claros, MG: Unimontes, 2006.

CORRÊA, Hudson; ROCHA, Marcelo; RAMOS, Murilo. Na trilha dos milhões da Delta. Época, Porto Alegre: Globo, ed. 736, 25 jun. 2012, p. 36-46.

FARGE, Arlette. O sabor do arquivo. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2009.

LEITE. Marta Verônica Vasconcelos. Testemunhas da história: 50 anos da Unimontes. Montes Claros: Unimontes, 2012.

OLIVEIRA, Wanderson Carvalho de. Os arquivos públicos dos poderes executivo e legislativo de Montes Claros – MG: uma análise histórico-administrativa. 2010, 82 f. Monografia (graduação em história) – Centro de Ciências Humanas, Universidade Estadual de Montes Claros.

PORTELLI, Alessandro. “O momento da minha vida”: funções do tempo na história oral. In: FENELON, Déa Ribeiro et al. (Orgs.). Muitas histórias, outras memórias. São Paulo: Olho d’água, 2000, p. 297-298.

PROCÓPIO, Jonice dos Reis; REIS, Filomena Luciene Cordeiro. Projeto preservação digital do acervo documental da administração pública de Montes Claros. Montes Claros, dez. 2002. Constitui acervo da DPDOR da Unimontes.

SALOMON, Marlon. O gosto do arquivo e os ruídos da história. In: ArtCultura, Uberlândia, v. 10, n. 17, p. 237-243, jul.-dez. 2008.

SHELLEMBERG, Theodore. Arquivos modernos: princípios e técnicas. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1973.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS. Projeto político pedagógico do curso de licenciatura em história. Montes Claros: Departamento de História, 2004.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 ÁGORA ISSN 0103-3557, Florianópolis



ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia