As apropriações da obra de Pierre Bourdieu: relato de iniciação científica

Ana Carolina Leite de Menezes, Elaine Rosangela de Oliveira Lucas

Resumo


Apresenta o relato de experiência de iniciação científica realizado na Universidade do Estado de Santa Catarina. Descreve as atividades de iniciação científica, as vantagens e benefícios aos graduandos, pois torna-se importante recurso para a sua formação acadêmica e para o seu crescimento pessoal. Tem como propósito relatar a experiência de iniciação científica no projeto ‘As apropriações da obra de Pierre Bourdieu no campo da Ciência da Informação no Brasil, por meio de periódicos da área’, realizado entre agosto de 2016 e julho de 2017. Dividido em dois momentos, o texto contempla uma pesquisa bibliográfica para aprofundar-se na temática ‘iniciação científica’, bem como a própria metodologia do relato de experiência para apresentar as atividades desenvolvidas durante o processo de investigação científica. O trabalho mostra o envolvimento da bolsista como iniciante na pesquisa e sua interação e amadurecimento no decurso da investigação.  A atividade de iniciação científica possibilita integrar o ensino e a pesquisa, contribuindo para que os acadêmicos que vivenciam essa experiência possam potencializar o seu desempenho da graduação. Durante o processo de iniciação científica o possibilita aprender como vencer os desafios e alcançar os objetivos requeridos pela pesquisa, proporcionando satisfação e crescimento pessoal e profissional.


Palavras-chave


Iniciação científica; Análise do discurso; Pierre Bourdieu

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Leitura, mediação e apropriação da informação. In: SANTOS, J. P. (Org.). A leitura como prática pedagógica na formação do profissional da informação. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2007. p. 33-45.

ALMEIDA JÚNIOR, Oswaldo Francisco de. Mediação da informação e múltiplas linguagens. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, DF, v.2, n.1, p.89-103, jan./dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2016.

BARRETO, Aldo de Albuquerque. A condição da informação. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 67-74, 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

BASE DE DADOS REFERENCIAL DE ARTIGOS DE PERIÓDICOS EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (BRAPCI). 2017. Disponível em: < http://www.brapci.ufpr.br/brapci/ >. Acesso em: 22 fev. 2017.

BENANCIB - Base Questões em rede: Encontros Nacionais de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ENANCIB). 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2017.

BIANCHETTI, Lucídio. A iniciação à pesquisa no Brasil: políticas de formação de jovens pesquisadores. Educação, Santa Maria, UFSM, p. 569-584, ago. 2012. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

BOURDIEU, Pierre. Esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, Renato (Org.). Sociologia. São Paulo: Editora Ática, 1983. p. 46-81.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. São Paulo, Papirus, 1996.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil; Lisboa: Difel, 1989. 311 p. (Memoria e sociedade).

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. 3. ed. Rio de Janeiro: F. Alves, 1992.

BRASIL. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. RN-017/2006. Bolsas por Quota no país. S.l.: CNPq, 2006. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

BRIDI, Jamile Cristina Ajub; PEREIRA, Elisabete Monteiro de Aguiar. O Impacto da Iniciação Científica na Formação Universitária. Olhar de Professor, Ponta Grossa, v. 2, n. 7, p.77-88, 2004. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

CARVALHO, Angela Maria Grossi de. Apropriação da informação: um olhar sobre as políticas públicas sociais de inclusão digital. 2010. 169f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010.

CATANI, Afrânio Mendes; CATANI, Denice Bárbara; PEREIRA, Gilson. As apropriações da obra de Pierre Bourdieu no campo educacional brasileiro através de periódicos da área. Revista Brasileira de Educação, Anped, Autores Associados, n. 17, maio/jul. 2001. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

CHARTIER, Roger. Formas e sentido, cultura escrita: entre distinção e apropriação. Campinas: ALB: Mercado de Letras, 2003. (Histórias de leitura.).

COSTA, Airton. O processo de formação de pesquisadores: análise do programa de Iniciação científica da Universidade Federal de Santa Catarina no período de 1990 a 2012. 2013. 204f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

DUARTE, Emeide N. et al. Estratégias metodológicas adotadas nas pesquisas de iniciação científica premiadas na UFPB: em foco a série “iniciados”. Encontros Bibli, Florianópolis, v. 14, n. 27, p.170-190, 2009. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

FAVA-DE-MORAES, Flavio; FAVA, Marcelo. A iniciação científica: muitas vantagens e poucos riscos. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 14, n. 1, p.73-77, 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

GIORDANI, Estela Maris et. al. Formação para a pesquisa no ensino superior: aprendizagens dos bolsistas na iniciação científica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 10., 2009, João Pessoa. Anais Eletrônico... João Pessoa: UFPB, 2009. p. 1832-1848. Disponível em . Acesso em: 18 set. 2017.

KOBASHI, Nair Yumiko. Notas sobre o papel da pesquisa em cursos de graduação em Ciência da Informação. Transinformação, Campinas, v. 14, n. 2, p.153-158, jul./dez. 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

NOGUEIRA, Maria Alice; CANAAN, Mariana Gadoni. Os "Iniciados": os bolsistas de iniciação científica e suas trajetórias acadêmicas. Revista Tomo, São Cristovão, n. 15, p.41-70, jul./dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

NOGUEIRA, Maria Alice; NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins. Bourdieu & a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

NOGUEIRA, Maria Alice; CATANI, Afrânio M (Orgs.). BOURDIEU, Pierre: Escritos de educação. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

PIERUCCINI, Ivete. Ordem informacional dialógica: mediação como apropriação da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 8., 2007, Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2007. p. 1-15. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

ROSA, Sabrina. Sobre os conceitos de Campo, Capital e Habitus em Pierre Bourdieu. 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

SIQUEIRA, Thiago Giordano de Souza. Iniciação científica e a formação do bibliotecário. Biblionline, João Pessoa, v. 10, n. 2, p.45-65, 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2017.

THOMPSON, John. B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 2009.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 ÁGORA ISSN 0103-3557

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia