Acesso ao patrimônio documental e à informação nas Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Roraima

Tatiana Costa Rosa, Leila Adriana Baptaglin

Resumo


A presente investigação objetivou compreender a atual situação do acesso ao patrimônio documental e à informação. Para isso, foram realizadas pesquisas de campo, utilizando-se entrevistas abertas, diretamente com os sujeitos envolvidos com a gestão documental e o acesso à informação das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Roraima: o IFRR e a UFRR. As narrativas dos sujeitos entrevistados foram compreendidas por meio da análise de conteúdo, segmentadas em duas categorias, as quais foram elaboradas com base em dois tópicos guias pré-estabelecidos no roteiro da entrevista, são elas: 1. Acesso, na qual contempla-se aspectos acerca do acesso aos documentos e à informação das IFES e 2. Perspectivas, na qual explana-se sobre as perspectivas e o desenvolvimento de futuras ações destas instituições frente ao acesso e ao patrimônio documental. Por meio dos resultados obtidos constatou-se que o acesso vem ocorrendo, ainda que não de forma satisfatória e as perspectivas voltadas aos bens documentais e ao acesso a eles e às informações são promissoras nas IFES do Estado de Roraima.

Palavras-chave


Acesso à informação; Lei de acesso à informação; Patrimônio documental; Instituições Federais de Ensino Superior; Roraima

Texto completo:

PDF/A

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1979.

BELLOTTO, H. L. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2006.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 05 de outubro de 1988. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, DF. 1988.

BRASIL. Decreto n. 7.724, de 16 de maio de 2012. Regulamenta a Lei no 12.527, de 18 de novembro de 2011, que dispõe sobre o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do caput do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2o do art. 216 da Constituição. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 18 maio 2012. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/decreto/D7724.htm >. Acesso em: 16 de abr. 2016.

BRASIL. Lei n. 12.527, de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 11 nov. 2011.

BERELSON, Bernard. Content analysis in Communication Research. Sage Journal, New York, v. 283, n. 1, p. 197-198, set. 1952.

CRUZ MUNDET. J. R. Archivística: Gestión de documentos y administración de archivos. Alianza Editorial, S. A. Madrid, 2012.

DELMAS. B. Arquivos pra quê?. São Paulo: Instituto Fernando Henrique Cardoso, 2010.

ESCALA BRASILEIRA DE TRANSPARÊNCIA. Sobre. 2017. Disponível em: < https://relatorios.cgu.gov.br/Visualizador.aspx?id_relatorio=22 >. Acesso em: 09 jul. 2017.

FLORES. C. R. Treinamento de servidores via Moodle com vistas a preservação do patrimônio documental da Universidade Federal do Pampa. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Patrimônio Cultural). Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), 2017.

FREITAS, Déborah Brito Albuqerque Pontes. A construção do sujeito nas narrativas orais. Clio: Revista de Pesquisa Histórica, Recife, v. 2 n. 25, p. 92-112, 2007.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA. IFRR. Sobre. 2016. Disponível em: < http://www.ifrr.edu.br/acessoainformacao/institucional/historico-1 >. Acesso em: 17 ago. 2016.

JARDIM, J. M. O inferno das boas intenções: legislação e políticas arquivísticas. In: MATTAR, E. (Org.). Acesso à informação e política de arquivos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2012.

JARDIM, J. M.. A Lei de Acesso à Informação Pública: dimensões político-informacionais. In: ENANCIB-ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO. 13., 2012. Anais do Enancib, Rio de Janeiro, out. 2012. Disponível em:

< http://enancib.ibict.br/index.php/enancib/xiiienancib/paper/viewFile/3784/2907 >. Acesso em: 16 abr. 2016.

LAGE, M. O. P. Abordar o patrimônio documental: territórios, práticas e desafios. Guimarães: Éden Gráfico, 2002. (Coleção Cadernos NEPS 4).

MAGALHÃES, D. de. Roraima: Informações históricas. Rio de Janeiro, 1986.

MINETTO, G.V. Lei de Acesso à Informação: a implantação dos requisitos de transparência ativa nas universidades federais com curso de graduação em Arquivologia. Trabalho de Conclusão de Curso. Porto Alegre, UFRGS, 2012.

RODRIGUES, G. M. Indicadores de “Transparência Ativa” em instituições públicas: análise dos portais de universidades públicas federais. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v.9, n.2, p. 423-438, nov. 2013. DOI:

Disponível em: < http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/616 >. Acesso em: 16 ago. 2016. https://doi.org/10.18617/liinc.v9i2.616

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA. Sobre. 2016. Disponível em: < http://ufrr.br/a-ufrr/historico >. Acesso em: 17 ago. 2016.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 ÁGORA: Revista do Curso de Arquivologia da UFSC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia