Instituições na projeção do passado: o uso da imagem de acervo na educação não formal

Sílvia Maria Espírito Santo, Sara Louise Caroni

Resumo


O artigo discute a função social do museu enquanto espaço de educação não formal. Toma-se o ponto central das experiências obtidas com a curadoria de imagens fotográficas pertencentes aos acervos arquivísticos de museus históricos no interior de São Paulo e redimensionadas por meio de projeções em fachadas de espaços públicos. Tal experiência, desenvolvida no âmbito do projeto “Instituições na Projeção do Passado”, demonstrou fases de aplicação inovadoras no ensino e na extensão universitárias. Pretendeu-se significar a informação incorporada ao acervo da instituição museu, tomar como um espaço de educação não formal, dar visibilidade às instituições considerando a importância inserida no patrimônio cultural dos locais de ensino e preservação da memória da sociedade brasileira. Espera-se que esta iniciativa de baixo custo incentive outros profissionais e mesmo pesquisadores a pensarem e organizarem coletivamente ações que não só divulguem como ocupem estes e outros espaços culturais e educativos.


Palavras-chave


Museu; Patrimônio; Educação não formal; Ciência da Informação

Texto completo:

DOC PDF

Referências


ANICO, M. A pós-modernização da cultura: património e museus na contemporaneidade. Horizontes antropológicos, Porto Alegre, v. 11, n. 23, p. 71-86, jun. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832005000100005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 fev. 2019.

CAVALHEIRO, C. B.; TEIVE, G. M. G., Movimento Escolanovista, três olhares. In: XI CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 11., 2013. Anais... Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2013. Disponível em: http://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2013/7135_4344.pdf. Acesso em: 05 fev. 2019.

CHAGAS, M. S. Há uma gota de sangue em cada museu: a ótica museológica de Mário de Andrade. Cadernos de Sociologia, Lisboa, v. 13, n. 13, jun. 2009. Disponível em: http://revistas.ulusofona.pt/index.php/cadernosociomuseologia/issue/view/30. Acesso em: 23 fev. 2018.

ESPÍRITO SANTO, Silvia Maria do. Fachadas do tempo e acervos históricos. 2018. Disponível em: https://www.ffclrp.usp.br/eventos/integra.php?id=3337 . Acesso em: 26 abr. 2019.

ESPÍRITO SANTO, S. M. et al. Projeto para Museu – Arquivo – Biblioteca no Interior de São Paulo: instituições na projeção do passado. Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: https://jornal.usp.br/wp-content/uploads/Manual-Projeto-para-Museu-Arquivo-Biblioteca-no-Interior-de-S%C3%A3o-Paulo_-Institui%C3%A7%C3%B5es-na-Proje%C3%A7%C3%A3o-do-Passado.pdf. Acesso em: 9 fev. 2019.

GURGEL, C. M. A. Educação para as ciências da natureza e matemáticas no Brasil: um estudo sobre os indicadores de qualidade do SPEC (1983-1997). Ciência e educação, Bauru, v.8, n.2 2002. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132002000200010. Acesso em 26 de abr. 2019.

INFED. What is non-formal education? 23 jan. 2013. Disponível em: https://www.printfriendly.com/p/g/dnrjAJ . Acesso em: 26 abr. 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MUSEUS. Guia dos Museus Brasileiros. Brasília: Ibram, 2011. Disponível em: http://www.museus.gov.br/guia-dos-museus-brasileiros/. Acesso em: 10 ago. 2018.

JUNQUEIRA, V. Projeto da USP lembra o passado de cidades do interior paulista. Jornal da USP. Disponível em: https://jornal.usp.br/cultura/projeto-da-usp-lembra-o-passado-de-cidades-do-interior-paulista/ . Acesso em: 26 abr. 2019.

KÖPTCKE, L. S.; PEREIRA, M. R. N. Museus e seus arquivos: em busca de fontes para estudar os públicos. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 809-828, jul./set. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v17n3/14.pdf. Acesso em: 05 fev. 2019.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1990.

MARTINS, J. M.P. A educação de adultos e o desenvolvimento local no contexto de nova museologia. 2014. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Educação da Escola Superior de Educação de Coimbra, Instituto Politécnico de Coimbra. Portugal, 2014.

RAMOS, F. R. L. A danação do objeto: O museu no ensino de história. Chapecó: Argos, 2004.

REVISTA MUSEU: CULTURA LEVADA A SÉRIO. 1972/ICOM: mesa-redonda de Santiago do Chile. Santiago, 1972. Disponível em: https://www.revistamuseu.com.br/site/br/legislacao/museologia/3-1972-icom-mesa-redonda-de-santiago-do-chile.html . Acesso em: 05 fev. 2019.

RIBEIRÃO PRETO (Município). Arquivo Público e Histórico. [20--]. Disponível em: http://www.arquivopublico.ribeiraopreto.sp.gov.br/. Acesso em: 10 fev. 2019.

RIOS, T. A. É possível formar professores sem a Didática? In: Cavalcante, M. M. D. et al. (org.). Didática e a prática de ensino: diálogos sobre a escola, a formação de professores e a sociedade. Fortaleza: Ed. UECE, 2015, p. 643-653. Disponível em: http://www.uece.br/endipe2014/ebooks/livro4/39.%20%C3%89%20POSS%C3%8DVEL%20FORMAR%20PROFESSORES%20SEM%20A%20DID%C3%81TICA_.pdf. Acesso em: 10 fev. 2019.

SANTANA, C. B. Para além dos muros: por uma comunicação dialógica entre museu e entorno. Brodowski: ACAM Portinari; São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura, 2011. (Coleção Museu Aberto).

SANTANA, C. B. De(legando) o futuro: mediações e educomunicação nas relações entre museus e públicos. 2016. 213 f. Dissertação (Mestre em Ciências da Comunicação) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

SILVA, S. G. Públicos da cultura e serviços educativos: novos desafios? In: SERVIÇOS educativos na cultura. Porto: Sete Pés, 2007, p. 57. (Coleção Públicos, v. 2).

SUANO, M. O que é museu. São Paulo: Brasiliense, 1986.

TASCA, V. Projeto da USP lembra o passado de cidades do interior paulista. Jornal da USP, 16 maio 2018. Cultura. Disponível em: https://jornal.usp.br/cultura/projeto-da-usp-lembra-o-passado-de-cidades-do-interior-paulista/. Acesso em: 9 fev. 2019.

USP. Pró-Reitoria de Graduação. PUB: programa unificado de bolsas. 17 maio 2016. Disponível em: http://www.prg.usp.br/?p=21904 . Acesso em: 26 abr. 2019.

VALENTE, M. E.; CAZELLI, S.; ALVES, F. Museus, ciência e educação: novos desafios. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 12, supl., p. 183-203, 2005.

VIEIRA, M. J.; FILHO, F. I. M. C. História e memórias da “Fortaleza Antiga” no acervo do Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS/CE). In: SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA HISTORIOGRAFIA: aprender com a história?. 3., 2009. Anais... Ouro Preto: EDUFOP, 2009.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 ÁGORA: Arquivologia em debate

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia