Metadados aplicados às Partituras musicais em meio digital: um estudo comparativo a partir dos Acervos digitalizados de Chiquinha Gonzaga e Tom Jobim

Autores

Palavras-chave:

Metadados, Dados, Documento musicográfico, Partitura, Acervos digitalizados

Resumo

O presente estudo objetiva identificar quais são os metadados aplicados às partituras musicais nos Acervos de Chiquinha Gonzaga e Tom Jobim, para a partir dos mesmos propor um modelo de descrição acurada aos documentos musicográficos. Adota-se o método de pesquisa bibliográfica e pesquisa documental, sendo a última através de delimitação por amostragem dos itens dos acervos. Como resultado apresenta-se a sugestão de metadados inclusivos na categoria arquivística e musical a fim de constituírem o modelo de descrição com os seguintes metadados: andamento, arranjador, compositor, compasso, data de criação, data de publicação, dedicatória, direito autoral, editoração, espécie documental, expressividade, forma, gênero documental, gênero musical, instrumentação, idioma, letrista, nota de observação, páginas, quantidade de compassos, técnica de registro, título, tonalidade e versionista. Por fim, conclui-se que para além de propor um modelo de descrição com metadados que sejam especificamente aplicáveis aos documentos do gênero documental musicográfico, o estudo também é contributivo para destacar a reflexão sobre como a Arquivologia é colaborativa e aplicável aos documentos musicográficos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-01

Como Citar

da Costa Silva, R., & Villela Aldabalde, T. (2021). Metadados aplicados às Partituras musicais em meio digital: um estudo comparativo a partir dos Acervos digitalizados de Chiquinha Gonzaga e Tom Jobim. ÁGORA: Arquivologia Em Debate, 31(62), 1–20. Recuperado de https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/960

Edição

Seção

Trabalhos de Conclusão de Curso