Os Estudo das necessidades informacionais dos usuários de sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos como subsídio para o planejamento estratégico

Autores

Palavras-chave:

Sistemas arquivísticos. , Estudo de usuários em arquivo., Gestão da informação., Sistema Informatizado de Gestão Arquivística de Documentos., Senado Federal.

Resumo

Trata do estudo de necessidades informacionais dos usuários do Sistema Informatizado de Gestão Arquivística de Documentos, tendo como estudo de caso o SIGAD do Senado Federal. O estudo considerou uma amostra de 23 unidades (Secretarias) que produzem e utilizam informações arquivísticas no sistema de informação. As necessidades informacionais dos usuários das unidades foram levantadas por meio de questionários com perguntas qualitativas e quantitativas. Apoiadas pelo Modelo Sense-Making de Dervin (1983). Os dados foram analisados considerando as adversidades do ambiente em que as atividades são desenvolvidas e as particularidades cognitivas dos usuários. Com o estudo foi possível a proposição de requisitos básicos para a construção de um modelo de planejamento estratégico para sistemas automatizados de gestão arquivística, sendo possível concluir que o levantamento das necessidades informacionais dos usuários são subsídios importantes para o aprimoramento contínuo dos sistemas informacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thayane Alencar, Universidade de Brasília (UnB

Bacharela em Arquivologia pela Universidade de Brasília (UnB); Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação (UnB); Atuou pesquisadora  pela Universidade de Brasília (UnB) entre os anos de 2018 e 2020. Atualmente é pesquisadora pela Funape vinculada à Universidade de Brasília (UnB).

Rogério Henrique de Araújo Júnior, Universidade de Brasília (UnB)

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília e Professor Associado da Faculdade de Ciência da Informação da mesma Universidade. É líder do Grupo de Pesquisa: Estudos de Representação e Organização da Informação e do Conhecimento (EROIC) e membro do Grupo Inteligência Organizacional e Competitiva registrados no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil do CNPq e Membro da Comissão de Avaliação da Área de Arquivologia do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação (INEP/MEC) desde 2006. Atuou como Coordenador do Curso de Arquivologia do Departamento de Ciência da Informação e Documentação da Universidade de Brasília entre 2003 e 2004, como Vice-Diretor da Faculdade de Ciência da Informação entre 2011 e 2014, como Coordenador Substituto do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação entre 2016 e 2018. Atualmente é Vice-Diretor da Faculdade de Ciência da Informação, membro do Conselho Universitário (CONSUNI) e do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CEPE). É Pesquisador Visitante Categoria 1 na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Linhas de Ensino e Pesquisa: Representação e organização da informação; Gestão de documentos; Indexação de Documentos de Arquivo; Planejamento e gestão de sistemas de informação; Gestão do conhecimento; Inteligência competitiva

Referências

REFERÊNCIAS

ARAÚJO JÚNIOR, R. H. Estudo de necessidades de informação dos gerentes do setor editorial e gráfico do Distrito Federal. Brasília, 1998. 178 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade de Brasília. Disponivel em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/36018. Acesso em: 20 jul. 2021

ARAÚJO JÚNIOR, R. H. de; SOUSA, R. T. B. de Estudo do ecossistema de big data para conciliação das demandas de acesso, por meio da representação e organização da informação. Ciência da Informação, v. 45 n.3, p. 187-198, set./dez. 2016. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4057/3575. Acesso em: 19 jul. 2021.

ARQUIVO NACIONAL. Recomendações para elaboração de política de preservação digital. Jun/2015. Disponível em: http://www.arquivonacional.gov.br/images/COGED/

Politica_presercacao_digital.pdf. Acesso em: 20 jul. 2021.

BRASIL. CONARQ, RESOLUÇÃO nº 20, de 16 de julho de 2004. Dispõe sobre a inserção dos documentos digitais em programas de gestão arquivística de documentos dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil,Poder Executivo, Brasília, DF, 19 jul. 2004b. Seção 1, p. 5. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/legislacao-arquivistica/resolucoes-do-conarq/resolucao-no-20-de-16-de-julho-de 2004#:~:text=3%C2%BA%20A%20gest%C3%A3o%20arquiv%C3%ADstica%20de,integridade%20e%20a%20acessibilidade%20de. Acesso em: 20 jul. 2021.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (CONARQ). e-ARQ Brasil: Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos. Versão 1.1. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011. Disponível em: http://www.siga.arquivonacional.gov.br/images/publicacoes/e-arq.pdf. Acesso em: 20 jul. 2021.

COOPER, W. S. A definition of relevance for information retrieval. Information Storage and Retrieval, v. 7, n. 1, p. 21-29, 1971.

CUNHA, M. B. Metodologias para estudo dos usuários de informação científica e tecnológica. Revista de Biblioteconomia de Brasília, v. 10, n. 2, p. 5-19, 1982.

CUNHA, M. B.; AMARAL, S. A.; DANTAS, E. B. Manual de estudo de usuários da informação. São Paulo: Atlas, 2015.

DERVIN, B. From the mind's eye of the user: the sense-making qualitative-quantitative methodology. In: GLAZIER, J. D.; POWELL, R. R. Qualitative Research in Information Management. Englewood, CO: Libraries Unlimited, p. 61-84, 1992. Disponível em: https://ci.nii.ac.jp/naid/10020996723/. Acesso em: 20. Jul. 2021.

DERVIN, B. An overview of Sense-Making research: concepts, methods and results to date. INTERNATIONAL COMMUNICATIONS ASSOCIATION ANNUAL MEETING, Dallas/TX, 1993. Disponível em: http:// www.eca.usp.br/eca/prof/sueli/sense - 1983. htm. Acesso em: 20. Jul. 2021.

DOC SECURITY. Sistema PRÓTON. 2020. Disponível em: http://www.dsec.com.br/servico/sistema-de-gestao-documental/. Acesso em: 20 jun. 2021.

FERREIRA, S.M.S.P. Sistema de informação centrado no usuário: programa e material para leitura. In: CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE BIBLIOTE-CAS - MÓDULO I - USUÁRIOS. Curitiba: UFPR, 1998. 5p. (Mimeografado).

FLORES, D. Repositórios digitais confiáveis para documentos arquivísticos: ponderações sobre a preservação em longo prazo. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 20, n. 2, p. 198-218, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pci/a/mNsCkHM77L7RMrNqj8L57XF/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 jul. 2021

JARDIM, J M. O acesso à informação arquivística no Brasil: problemas de acessibilidade e disseminação. Caderno de Textos. Mesa Redonda Nacional de Arquivos, 1999. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1999.

JARDIM, J. M.; FONSECA, M. O. Estudos de usuários em arquivos: em busca de um estado da arte. DataGramaZero-Revista de Ciência da Informação, v. 5, n. 5, 2004. Disponível em: https://www.brapci.inf.br/_repositorio/2010/01/pdf_312514a1d4_0007650.pdf. Acesso em: 20 jul. 2021.

LYRA, L. N. Processo Administrativo Eletrônico: proposições à sua implantação no Senado Federal. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Pós-graduação lato sensu em Administração Legislativa) - Instituto Legislativo Brasileiro. Brasília: Instituto Legislativo Brasileiro, 2014. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/509357. Acesso em: abril. 2021.

MIRANDA, R. C. R. O uso da informação na formulação de ações estratégicas pelas empresas. Ciência da informação, v. 28, p. 286-292, 1999. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ci/a/r7L9msHr6FfrYpJ5PKk8fsS/?format=pdf&lang=pt Acesso em: 20 jul. 2021.

NEGREIROS, L. R. Sistemas eletrônicos de gerenciamento de documentos arquivísticos: um questionário para escolha, aplicação e avaliação. 2007. 246f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Escola de Ciência da Informação, UFMG, 2007. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/VALA-74QHCP/1/mestrado___leandro_ribeiro_negreiros.pdf Acesso em: 20 jul. 2021.

PAES, M. L. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2004.

PARENTE, M. A. M. P.; FONSECA, R. P. A importância de fatores culturais nos estudos neuropsicológicos. In: MACEDO, E. C.; MENDONÇA, L. I. Z.; SCHLECHT, B. B. G; ORTIZ, K.Z; AZAMBUJA, D. A. (ORGS.) Avanços em neuropsicologia: das pesquisas à aplicação clínica. São Paulo: Santos Editora, 2007.

PEROVANO, D. G. Manual de metodologia científica para a segurança pública e defesa social. Curitiba: Juruá, 2014.

SCHELLENBERG, T. R. Importância dos arquivos. In: SCHELLENBERG, T. R. (Org.). Arquivos modernos: princípios e técnicas. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. p. 25-33.

SEKARAN, U. Research methods for business. United States of America: 2000.

SILVA, P. M. Benefícios e dificuldades na implantação do SEI por uma Equipe de Gestão Documental: o caso do DMAE. Porto alegre, 2019. 146, Trabalho de conclusão de curso (especialização escola de administração). Universidade Federal Do Rio Grande Do Sul Escola De Administração Programa De Pós-Graduação Em Administração, 2019. Disponivel em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/202307 Acesso em: 20. Jul. 2021.

SIQUEIRA, M. C. Gestão estratégica da informação. Rio de Janeiro: Brasport, 2005.

SOUSA, R. T. B. de; ARAÚJO JÚNIOR, R. H. de. A recuperação das informações contidas nos documentos de arquivo: proposta para a expansão do acesso e integração das fontes de informação. In: Campos, M. L. A.; Marcondes, C. H.; Souza. J. C. C. E.; Rodrigues. A. C.; Vogel. M. J. M.; Oliveira. L. M. V. (Org.). Produção, tratamento, disseminação e uso recursos informacionais heterogêneos: diálogos interdisciplinares. 1. ed. Niterói: IACS/Universidade Federal Fluminense, 2018. v. 5, p. 117-124. Disponível em: https://doi.org/10.36311/1981-1640.2017.v11n4.08.p47 Acesso em: julho, 2021.

TAYLOR, H. A. Archival Services and the Concept of the User: A RAMP Study. Paris: United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization, 1984.YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2022-01-01

Como Citar

Alencar, T., & de Araújo Júnior , R. H. . (2022). Os Estudo das necessidades informacionais dos usuários de sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos como subsídio para o planejamento estratégico. ÁGORA: Arquivologia Em Debate, 32(64). Recuperado de https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/1052

Edição

Seção

Artigos