Perspectivas métricas no ensino de arquivologia

Eliandro dos Santos Costa, Telma Campanha de Carvalho Madio

Resumo


Nesse artigo pretende-se demonstrar o uso da arquivometria para as práticas de ensino de Arquivologia, realizadas durante o ano de 2014 na disciplina Gestão de Documentos II do Curso de Arquivologia da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Tratou-se de um ambiente de pesquisa de arquivos universitários, considerando o tipo documental Processo Seletivo de Promoção (PSP) do Fundo Pró-Reitoria de Recursos Humanos (PRORH) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), custodiado pelo Sistema de Arquivos da UEL (SAUEL). Foram elaborados como resultados da disciplina: uma (01) proposta de código de classificação e uma (01) tabela de temporalidade de documentos. Como metodologia de pesquisa adotou-se levantamento bibliográfico e o uso da arquivometria, observando a possibilidade de obter melhorias no desempenho das práticas arquivísticas por meio da mensuração dos resultados obtidos. Identificou-se como uma experiência satisfatória pela obtenção das definições de subfunções para o PCD e para os prazos para guarda na TTD, inclusive de servir de base para o fortalecimento dos pressupostos teóricos arquivísticos para os discentes em arquivologia, preparando-os para o mercado de trabalho.


Palavras-chave


Graduação; Arquivologia; Arquivometria; Classificação; Avaliação.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARAÚJO, C. A. Á. Fundamentos teóricos da classificação 10.5007/1518-2924.2006v11n22p117. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, Florianópolis, v. 11, n. 22, p. 117-140, nov. 2007. Disponível em: . Acesso em: 19 set. 2016.

BARROS, T. H. B.; MORAES, J. B. E. de. Da classificação biológica à classificação digital: perspectivas de renovação em classificação arquivística. Revista Ágora, Florianópolis, v. 23, n. 46, p. 58-84, jun. 2013. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2016.

BERNARDES, I. P.. Como avaliar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 1998. 89 p. (Projeto Como Fazer; v. 1).

BRASIL. Lei n. 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 1991. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2016.

BRASIL. Decreto n. 4.073, de 3 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei no 8.159, de 8 de janeiro de 1991, que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados. Diário Oficial da União, Brasília, 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2016.

BRASIL. Lei nº. 12.527, de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5o, no inciso II do § 3o do art. 37 e no § 2o do art. 216 da Constituição Federal. Diário Oficial da União, Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 set. 2016.

INTERPARES PROJECT. Arcabouço intelectual. Projeto InterPARES 3, TEAM Brasil. 2007. Disponível em: . Acesso em: 07 mar. 2017.

GORBEA PORTAL, S. Modelo teórico para el estudio métrico de la información documental. Madrid: Ediciones TREA, 2005. 176 p.

OLIVEIRA, M. I.. Classificação e Avaliação de Documentos: Normalização dos procedimentos técnicos de gestão de documentos. Acervo, Rio de Janeiro, v. 20, n. 1/2, p. 133-148, dez. 2011. ISSN 22378723. Disponível em: . 06 mar. 2017.

PARANÁ. Universidade Estadual de Londrina (UEL). Resolução do Conselho Universitário da UEL n. 76 de 2005. 2005. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2017.

PARANÁ. Universidade Estadual De Londrina. Resolução n. 76 de 2005 – Alteração de Regimento Geral da Universidade Estadual de Londrina. 2005. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2017.

PARANÁ. Universidade Estadual De Londrina. Sistema de Arquivos da UEL (SAUEL). 2016. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2017.

PARANÁ. Universidade Estadual de Londrina. Projeto Político Pedagógico do Curso de Arquivologia da UEL. 2013. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2017.

PIEDADE, M. A.. Introdução à teoria da classificação. Rio de Janeiro: Interciência, 1977.

PINTO, A. L. Arquivometria. Revista Ágora , Florianópolis, v. 21, n. 42, p. 59-69, set. 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2014.

PINTO, A. L.; ELIAS, Ezmir Dippe; VIANNA, William Barbosa. Requisitos para métricas em arquivos: critérios específicos para arquivometria. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte, v. 19, n. 3, p. 134-148, set. 2014. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 16.

SCHAFER, M. B.; LIMA, E. dos S.. A classificação e a avaliação de documentos: análise de sua aplicação em um sistema de gestão de documentos arquivísticos digitais. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte, v. 17, n. 3, p. 137-154, Set. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

SOUSA, R. T. B. A Classificação como função matricial do que fazer arquivístico. In: SANTOS, V. B. (Org.). Arquivística: temas contemporâneos: classificação, preservação digital, gestão do conhecimento. Brasília: SENAC, 2007. p. 115-163.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 ÁGORA ISSN 0103-3557

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ÁGORA: Arquivologia em debate
Universidade Federal de Santa Catarina, ISSN 0103-3557, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Licença Creative Commons Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. Apoio técnico de Lepidus Tecnologia